ENTREVISTA: Eddhi Santos, dublador do personagem Min Ki em "A Lenda, Um Luxo de Sonhar (Dorama Her Legend)"

Bom dia pessoal! Tudo bem?
Hoje trouxemos para vocês uma entrevista que fizemos com o Eddhi Santos, dublador do personagem Min Ki do dorama "A Lenda, Um Luxo de Sonhar (Dorama Her Legend)". Iremos conhecer um pouco mais do trabalho do artista e também sobre como funciona a dublagem antes de ficar tudo prontinho na TV. Vamos lá?

1) Como foi o processo para você dublar o personagem Min Ki em "A Lenda, Um Luxo de Sonhar (Dorama Her Legend)"?

A novela foi dublada em 2016, mais ou menos entre março e abril.

Um dia antes do teste para escolher as vozes de Her Legend, que eu não sabia que aconteceria, fui escalado para dublar um filme. Durante o intervalo da gravação, a diretora responsável, Raquel Elaine, perguntou se eu iria participar dos testes para a nova produção.

Minha resposta foi:

Oi? Teste? Quando?

Sem dar muitos detalhes, ela pediu que eu marcasse horário na recepção e comparecesse no dia seguinte. Eu acabei participando por acaso.

No dia seguinte, os responsáveis pela produção – uma equipe coreana – e a diretora Raquel Elaine acompanharam o processo de escolha, que consistia em dublar uma pequena cena de um personagem previamente escolhido de acordo com seu registro vocal.

No meu caso, o teste foi para fazer o Min ki mesmo. Às vezes acontece de fazer o teste para um personagem e acabar pegando outro.

2) É difícil dublar um personagem coreano?

Dublar qualquer idioma não é uma tarefa fácil. Além das questões de sincronismo labial, existem os diferentes estilos de interpretação, de acordo com cada cultura.

Os italianos, por exemplo, têm o temperamento muito diferente dos orientais. É uma característica inata, que reflete na maneira de interpretar.

Claro que alguns idiomas são mais fáceis que outros, mas, eu diria que a principal característica do idioma coreano em relação ao nosso, é que eles precisam de mais fonemas para construir as frases, fazendo com que elas fiquem mais longas. Isso não é uma regra, mas acontecia na maioria das vezes.

O que facilita a nossa vida é a capacidade de interpretação do ator que está sendo dublado. Mas isso também é um desafio, porque o dublador tem que estar à altura daquilo que ele está vendo, caso contrário, o trabalho não estará sendo bem feito.

O Min Ki, por exemplo, é um personagem contido, sem muitas variações de emoções. O cuidado a ser tomado era não parecer linear o tempo todo.

3) Você deve saber que os Doramas coreanos estão ficando cada vez mais populares no mundo e principalmente no Brasil. Como é fazer parte do processo de popularização dos Doramas no Brasil?

Sim, tenho acompanhado o interesse das pessoas. Antes de Her Legend, outro Dorama dublado foi exibido no Brasil, Happy Ending. A experiência foi tão positiva em termos de audiência que resolveram continuar apostando.

É surpreendente como o número de apaixonados por Dorama aumenta a cada dia. As pessoas são fanáticas, e ter seu nome relacionado àquilo que atrai um público fiel e tão apaixonado é muito prazeroso.

Eles acabam desenvolvendo um interesse maior pelo seu trabalho.

4) Você é fã de algum grupo de K-Pop?

O fenômeno é algo recente no Brasil, que atinge em sua grande maioria o público jovem. Como não sou tão jovem assim rsrsrs (faço 42 no fim do mês de março), confesso que não tenho muita intimidade com o tema.

5) Quais outros trabalhos você se orgulha mais de ter dublado?

 Além de filmes como O Mestre dos Jogos 2 e 3, em que dublei o robozinho Sily Jian, dublei outras novelas que foram exibidas fora do Brasil, em países de língua portuguesa (5 Viúvas e Never Let Go).

Além de dublador, sou ator e locutor. Também faço narrações da audiodescrição – que é um recurso de áudio destinado às pessoas cegas.

Dentre os inúmeros filmes, desenhos, séries e novelas que fiz a audiodescrição estão: Avatar, Dexter, Tropa de Elite, Pica-Pau, Pokémon, as novelas Sila e Ezel – exibidas pela Band, Kenan & Kel, I-Carly e muitos outros. Faço esse trabalho desde 2011

6) Como a indústria da dublagem está vendo o fenômeno dos Doramas?

A função do dublador é democratizar o acesso às produções de conteúdo de língua estrangeira, entre eles o Dorama. Vivemos em um país com baixo nível de escolaridade, em que muitas pessoas têm dificuldade de leitura e, por muitas vezes, deixam de assistir aos filmes, séries e desenhos, simplesmente porque não conseguem acompanhar a legenda.

Sendo assim, nós enxergamos todo trabalho, antes de mais nada, como uma missão, independente do gênero.

A vida do dublador é muito corrida. De manhã você pode dublar um padre, à tarde, um psicopata e à noite um desenho animado.

Quanto mais “Versão Brasileira” é melhor para nós e para o público. 


7) Você deseja dublar outros personagens de Doramas? Se sim, possui algum personagem especial em mente que gostaria de ceder a sua voz?

Sim, seria muito bacana participar de uma nova produção. Como disse anteriormente, as pessoas que acompanham Doramas são fiéis ao gênero e acabam acompanhando seu trabalho muito mais de perto. Toda profissão busca o reconhecimento, com os dubladores não é diferente.

Quanto ao personagem, eu gostaria de fazer algo relacionado à comédia. Seria o oposto do Min ki.


8) Você sabe se mais algum Dorama está em processo de vir para o Brasil para ser dublado?

Não sei. Tudo é sempre muito sigiloso. Nós ficamos sabendo apenas quando são feitos os testes. No momento não há nenhum teste em andamento. Mas pelo sucesso dos Doramas anteriores acredito que seja apenas uma questão de tempo.

9) Está tendo algum retorno dos fãs de Dorama com sua dublagem do Min Ki?

Bastante. É impressionante como o número de visualizações, likes, comentários e compartilhamentos são superiores em relação aos outros trabalhos que já realizei.

Quando fui escolhido para fazer a voz do Min Ki, lembro que a diretora disse:

“Esse é um trabalho do qual você vai se orgulhar muito”

Ela tinha razão.

10) Como fãs podem seguir o seu trabalho e ficar por dentro das novidades de suas dublagens? Fique a vontade para nos contar onde podemos ficar em contato com você nas redes sociais.


Além de um canal no Youtube (Eddhi Santos), tenho meu perfil no facebook, facebook.com/edsantosed, que sempre publico alguns de meus trabalhos, seja na dublagem, locução, audiodescrição ou na publicidade.
Queria aproveitar a oportunidade e convidá-los para conferir de perto. Quem sabe não pinta um Dorama novo por lá.

Grande abraço a todos!

----

E vocês, o que acharam da entrevista? O que gostariam de perguntar para o Eddhi e que não está nas perguntas que fizemos? Deixe seu comentário e iremos atrás da resposta para você!
Muito obrigado ao Eddhi por ceder parte do seu tempo para responder todas as nossas perguntas com tanto empenho!