Yonghwa, do CNBlue está sendo investigado por possuir informações privilegiadas no recente escândalo da FNC Entertainment


Foi reportado que o cantor e líder do CNBlue, Yonghwa, foi intimado para ser questionado sobre o recente escândalo de manipulação do mercado de ações da FNC Entertainment.

Em 28 de junho, o setor de finanças do ministério público do distrito de Seul intimou Yonghwa para questioná-lo sobre acusações sobre possuir informações privilegiadas no escândalo do mercado de ações da FNC Entertainment por ter lucrado com isso cerca de 200 milhões de Won (aproximadamente $175.000 dólares). O escritório de procuradoria, revelou que o idol está sendo investigado por ter comprado um número gigantesco de ações através dessas informações privilegiadas.

O líder do CNBlue está sendo acusado de comprar 400 milhões de Won (aproximadamente $342.564 dólares) em ações e vendê-las por 600 milhões de Won (aproximadamente $513,846 dólares) uma semana depois. Em 16 de junho de 2015, as ações da FNC Entertainment foram de 20,800 Won (aproximadamente $17,80 dólares) para 27,000 Won (aproximadamente $23,12 dólares) por ação, seguindo a assinatura de uma celebridade popular, que especula-se ser o apresentador Yoo Jae Suk.

Está sendo investigado como Yonghwa descobriu que as celebridades estariam assinando com a agencia, e os detalhes do mercado de ações está sendo investigado minuciosamente.


Fiquem ligados para as atualizações do caso.

Tradução: Elisa
Edição: Tiago
Fonte: (1)