Estudante japonesa processa cirurgião plástico coreano


Uma estudante de secundária japonesa processou um cirurgião plástico coreano por usar fotos suas de seu antes e depois da cirurgia sem a sua permissão.

A estudante, de 18 anos, sofreu de um extremo caso de depressão devido à sua insatisfação com a sua aparência, tendo até tentado suicidar-se. 

Em 2014, enquanto frequentava uma escola na América do norte, ela visitou brevemente Busan, na Coreia do Sul, acompanhado de seus pais para ter uma cirurgia no nariz e nos olhos.

Eles deixam o país depois de terem pedido, explicitamente, ao hospital para não usarem as suas fotos.

No entanto, quando regressaram ao hospital em Março de 2015 para um procedimento de retoque, descobriram fotos do antes e depois da cirurgia dos seus olhos num folheto promocional do hospital.

Disseram que apesar da foto apenas mostrar os seus olhos, era muito fácil de a identificar. 

A estudante e os pais apresentaram queixa à Polícia de Busan, alegando que o hospital tinha tirado as fotos e dito que seriam usadas apenas para avaliação interna e material educacional, e que a filha nunca tinha concordado com o seu uso comercial.

O cirurgião chefe do hospital explicou que tinha havido um mal-entendido da parte do hospital devido à ausência de papéis que clarificassem que a estudante japonesa havia negado sua exposição. 

Ele disse que o hospital só tinha usado até então fotos de pacientes que deram permissão, e que as fotos nunca saíram das imediações do hospital, pois só foram impressas em panfletos internos.

Os panfletos foram já todos destruídos e o hospital está tentando chegar a um acordo com a paciente. 

De acordo com a Lei Médica Coreana, expôr informação médica de um paciente sem a sua permissão é um ato criminal punível por pena de prisão no máximo de três anos ou uma multa de no máximo 10 milhões de won (cerca de 8,800$).

Tradução de: André
Edição: Tiago
Fonte: (1)

Estudante japonesa processa cirurgião plástico coreano Estudante japonesa processa cirurgião plástico coreano Reviewed by Tiago Oliveira on 12:52:00 Rating: 5

Nenhum comentário